Ku Klux Klan

Posted by Thiago Ganon Marcadores:

Hoje o tema é mais sério. Eu nem pretendia fazer esse post, mas resolvi fazê-lo pois estava pesquisando um pouco sobre o assunto e li comentários em blogs do tipo "Eu queria que tivesse KKK aqui no Brasil!". Esse tipo pensamento babaca, infantil, ignorante, preconceituoso e manipulado (sim, pois se você perguntar, ele não vai poder te dar uma resposta que faça sentido, simplesmente pelo fato de que não há!) me deixou puto. Foi o que me incentivou a fazer esse post.... mas enfim, vamos lá o/


Antes de tudo, um micro resumo sobre a Guerra Civil Americana: foi um conflito entre os estados do sul e os estados do norte, para decidir que tipo de política econômica deveria utilizada nas demais áreas do país. O norte era a favor da abolição da escravidão tinha uma economia baseada na indústria enquanto o sul tinha um sistema latifundiário e era completamente dependente da mão de obra escrava. Com a vitória do Norte em 1865, foi adicionada à constituição, a famosa 13ª emenda, que acabou de vez com a escravidão no país.



O Ku Klux Klan - também conhecido como KKK - é uma organização racista e ultraconservadora que apoia a supremacia branca e protestante (também conhecido como WASP - White Anglo-Saxon Protestant). Teve sua criação nos Estados Unidos durante o período da Reconstrução, e está intimamente ligada à Guerra Civil Americana (1861-1865). Foi criada especificamente no dia 24 de dezembro de 1865 em Pulasky por um grupo de confederados sulistas. Os membros e fundadores acreditavam na inferioridade dos negros e eram totalmente contra a libertação dos escravos e integração dos mesmos na sociedade. A palavra Klux vem do grego Kuklos e significa círculo, ou bando, a palavra Klan vem do escocês, clã (com um sentido de ancestralidade). A palavra Ku, eu não achei o significado, mas acredito q seja algo relacionado à sua pronúncia, que no inglês ficaria parecida com a palavra kill (matar). Mas é só um "acho".



Torturavam e matavam pessoas. Não apenas negros, mas também aqueles que os defendiam, geralmente nortistas. Faziam chacinas de adultos e de crianças, espancamentos, queimavam casas e enforcavam negros. A KKK ficou muito conhecida pela sua violência e em 1872 foi reconhecida como uma organização terrorista e foi banida dos Estados Unidos. Pelo menos até 1915 quando William J. Simmons criou novamente o KKK, (de forma legal, na cidade de Atlanta, estado de Geórgia) mas de uma forma diferente, mudando completamente sua estrutura e recebeu a forma de uma sociedade secreta, com hierarquia semelhante à maçonaria. Também se iniciou o uso de lojas e de redes de comunicações.

Outra atividade introduzida à KKK pelas mãos de William Joseph Simmons, foi o ato de queimar uma cruz cristã. Por vezes, era feito em reuniões apenas com o significado simbólico de purificação, como era feito durante a santa inquisição (só que com pessoas). Outras vezes, uma cruz arendo em chamas era deixada na frente da casa de alguma pessoa a quem se queria ameaçar.
Após o final da Primeira Guerra Mundial (1914-1918) sua doutrina não era apenas o racismo ao negro, era também contra índios, judeus, católicos e tinha cunho xenofóbico (aversão ao estrangeiro). Conseguiu apoio de diversas organizações filantrópicas e o número de filiados chegou a contar 5 milhões!



Com o tempo, a KKK foi perdendo suas forças e número de filiados, mas recobrou um pouco de seu "poder" em 1950, com o crescimento do Civil Rights Movement (Movimento de direitos civis). Prevalecia no Sul o pensamento de que os negros eram "iguais" mas deveriam ter acesso aos direitos "separadamente". O que significa, na prática, que teriam acesso à educação, transportes públicos e saúde, mas que seriam diferentes dos usados pelos brancos (e de qualidade inferior também). Embora os negros tivessem o direito de votar, muitos não o faziam pois corriam o risco de serem linchados ou receberem qualquer outro tratamento violento da KKK.

Apenas na década de 1970 e 1980 os tribunais sulistas foram forçados (pressão da opinião pública e do governo federal) a julgarem de forma imparcial os crimes cometidos pelos brancos. Isso fez com que a KKK sofresse alguns abalos embora isso não tenha dado um fim a essa organização, que existe até hoje, não apenas nos Estados Unidos mas também em grande parte da Europa, onde é sustentada pelo crescimento de gupos de extrema direita.



Bom, galera, é isso ae! :) Com certeza isso não é tudo sobre a KKK, mas coloquei aqui as coisas mais relevantes sobre o assunto e ignorei pontos como nomes dados às classes da hierarquia. (só pra vocês saberem, o líder é chamado de Grande Dragão).
O post ficou um pouco grande, mas valeu muito a pena fazê-lo! Espero que não tenha ficado cansativo ^^

7 comentários:

  1. Tadeu.

    Muito bom! Esclarecedor e com certeza um dos melhores do Blog! Parabéns, cara! (depois, se vc conseguir, me passa o nome das hierarquias ae...)

  1. Roberta Peçanha

    Gostei do Texto Thiago, vou mostrar pro meu pai, provavelmente ele irá gostar tbm!
    Continue escrevendo, eu continuarei lendo!
    Bjos

  1. Monique Goulart

    Gostei do texto... Você sempre deixa as pessoas - bem, ao menos a mim - com um "gostinho de quero mais" sobre os assuntos que escreve. :)

  1. Duda

    Quando li o título já me coloquei em alerta. O assunto é realmente muito interessante e bem delicado de se tratar. Tento sempre manter o pensamento de que temos que respeitar as opções dos outros, mas fica difícil quando as pessoas escolhem uma coisa tão idiota! Gostei do post e seria legal você dedicar um outro para mostrar a hierarquia da KKK. Outra coisa para encerrar: quem disse que deveria ter KKK quer morrer, só pode ser! Do jeito que o Brasil é misturado se aparecer um bando de loucos querendo fazer limpeza racial por aqui, eles vão matar mais de 85% da população e se der mole se matam no final! ¬¬° Isso é tenso. Muito tenso

  1. Jéssica

    Gostei do texto, show! É interessante isso, que triste que faziam com todos :( enfim, adorei.

  1. esseblogmediztantoquenaoseicomonaotemmeunome

    Ta de parabens "profeta estupidez"
    mt bom mesmo, continue assim estagiario de historiador asosaksksaasas

  1. AssombradO

    Continue escrevendo cara ,todos seus textos são muito bons parabens